Cantora lança música inédita composta por Tatau com citações nominais do arrocha e do pagode baiano entre levadas de axé.

Resenha de single Título: Pulsação Artista: Claudia Leitte Compositores: Tatau e Marlon Moreira Gravadora: Edição independente da artista Cotação: * * * ♪ A uma semana do início oficial do Carnaval de 2020, as cantoras associadas à música baiana ainda apresentam armas para entrar na tradicional guerra (nunca declarada oficialmente) pela hegemonia popular na industrializada folia de Salvador (BA).

Com petardo certeiro, Ivete Sangalo promove desde janeiro O mundo vai (Ivete Sangalo, Gigi, Ramon Cruz, Samir Trindade, Radamés Venâncio e Tierry Coringa, 2020), uma das melhores músicas da discografia da cantora.

Também com boa munição, Daniela Mercury aposta na regravação de Exalou (Negras perfumadas) (Marito Lima, Lafayete e Milton Boquinha, 2015) – com a qual saúda mais uma vez o bloco afro Ile Aiyê – e na inédita Confete e serpentina (Beiju) (Magary Lord, Fabinho Alcântara e Alfredo Moura, 2020). Já Claudia Leitte apresenta Pulsação, single lançado nesta sexta-feira, 14 de fevereiro, dois meses após a edição em 13 de dezembro da música Perigosinha (Caio Sanfoneiro, Vitinho Sanfoneiro, Kaleb Junior, Felipe Amorim, Claudia Leitte e Jack Palace, 2019), aposta anterior dessa artista de origem fluminense e criação baiana.

Composição de autoria de Tatau (artista baiano projetado como vocalista do grupo Ara Ketu) e Marlon Moreira, Pulsação tenta captar o baticum já miscigenado do Carnaval de Salvador (BA), território antes dominado pela axé music e atualmente já invadido por ritmos como arrocha, pagode baiano e até o funk carioca.

Não por acaso, Claudia Leitte cita nominalmente o arrocha e o pagode em trechos da letra autorreferente e metalinguística.

“Se tocar arrocha, todo mundo gosta / Se tocar pagode, vai no desce-e-sobe”, reconhece a cantora em versos da letra, acompanhados pela emulação das levadas desses ritmos.

Sem abrir mão do beats eletrônicos, Pulsação tenta providencial conciliação rítmica sem deixar de ir atrás da pegada latejante e agalopada do som dos trios elétricos.

Mesmo sem resultar eletrizante (neste quesito, Ivete ganha nota dez com a pegada de O mundo vai), o single Pulsação mostra que Claudia Leitte também está no páreo para conquistar a massa real no Carnaval da Bahia em 2020.